Buscar
  • César Ticona

Realidade da pesquisa brasileira (2009-2013)


Recentemente foi publicada na revista da FAPESP o quadro geral das publicações científicas e seus impactos relativos.

Foi observado de 2009-2013, que embora o volume brasileiro aumentou (35663 publicações), mas diminuiu a citação. Também foi evidente a baixa cultura de publicar no país, foram coseguidas 181 publicações por milhão de habitantes (PMH) nesse período. Os maiores valores para este índice foram da Suiza, Holanda, Canadá e Reino Unido com 3116, 2044, 1725 e 1599 PMH respectivamente.

Em relação à paises latinoamericanos, o Brasil encabeça o volume de publicações no período antes mencionado, seguido pelo México (10543), Argentina (7998) e Chile (5726). No entanto mais uma vez se observa a falta de cultura de publicação. O Chile sobresai com 331 PMH, seguido da Argentina (196 PMH).

Em relação à Portugal o volume brasileiro é aproximadamente o dobro, no entanto o PMH portugues é de 1033, mostrando a abrangencia e qualidade da educação superior naquele país.

O volume de publicações espanhol foi de 50178 e seu PMH 1076, mostrando que entre ambas nações ainda há um espaço grande para melhorar a educação local.

Ao observar o desempenho nacional em relação à China, Índia e Rússia, se pode observar que o Brasil é pequeno em relação ao volume chinês, que já é o segundo produtor de ciência do mundo (160909 publicações), atrás dos EUA (363278 publicações). Mas ainda a educação precisaria ser mais abrangente na China e India, visto ter índices baixos de PMH de 120 e 38 respectivamente. A Russia parece ter uma performance semelhante ao Brasil.

Apesar dos problemas da educação brasileira ela ocupa o 13 lugar em volume de publicações e o 46 em PMH. O que permite ter ánimo e redobrar os esforços de professores e pesquisadores. Necesita o Brasil um outro modelo de crescimento econômico baseado na ciência e tecnologia. O modelo da soja e milho e de construção de estradas parece que cumpriram seu ciclo. Precisamos empressas nacionais com suporte na tecnologia nacional para retomar o crescimento econômico.

Necesitamos de incentivos maiores para que pesquisas bem sucedidas tenham seu espaço no mercado de forma a inverter o sonho geral brasileiro de ser funcionario público ao sonho de conduzir uma empresa.


13 visualizações

LINKS IMPORTANTES

POR DENTRO DAS NOVIDADES

Estão disponiveis minhas aulas de estatística, artigos, e sermões.

CONTATO

Tel: 92 36431865
Skype: cesar.benavente7

© César Ticona,  2020.  Para todos há uma esperança de glória.